Follow by Email

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Exílio

Uma coisa em mim sabe
Uma coisa em mim quer
Uma coisa em mim sonha
Mas no fundo não é

Uma coisa em mim bruta
Uma coisa em mim flor
Que ora me chama à luta
Ora finge o pudor

Uma coisa perdida
Ou que não teve fim 
Passa longe tão longe
E está dentro de mim.

(da série "Meus pecados poéticos")