Follow by Email

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Seleção de frases (2)

Homem sem rumo procura mulher perdida para um desencontro amoroso.

****
Deus não é o que explica. É o que faz indagar.
****
É impossível separar a matéria do espírito. O vazio do estômago dói na alma.
****
Músico que não tem o que fazer fica coçando o sax.
***
Homem com pressão alta procura mulher sem-sal.
****
O “carola” é um indivíduo que parou no templo.
****
Um casal se mantém pelo que fala e sobretudo pelo que silencia.
****
O horizonte não está no que se descortina. Está no modo de olhar,

domingo, 25 de setembro de 2011

(E)nem tudo está perdido

A recente divulgação dos resultados do Enem vem assustando professores e especialistas em educação, pois mostra que o nosso ensino médio é pior do que se pensava. Segundo Claudio de Moura, esse “é hoje o nível que traz mais perplexidades”.

Entre os dados que nos incomodam, está o de que “apenas 0,6% das escolas públicas e privadas do país estão acima de 600”, que é a média estabelecida pela OCDE. Como essa organização avalia internacionalmente as instituições de ensino, a bisonha percentagem que obtivemos demonstra que nossos alunos estão muito abaixo de seus colegas europeus, americanos e asiáticos.
Como sempre ocorre após divulgações desse tipo, começaram os debates para se tentar compreender o que está errado e propor soluções. O que está errado, ora, não é novidade para ninguém. A verdade é que nossos alunos: 1) são onerados por um currículo volumoso, que não contempla estratégias para resolver questões do dia a dia (privilegia-se a decoreba em detrimento da aplicação prática dos conteúdos); 2) permanecem menos tempo do que seria desejável em sala de aula; 3) são pouco motivados para atividades de leitura, escrita e outros meios de desenvolver a cultura geral e a capacidade de se expressar; 4) deparam-se comumente com professores mal remunerados, ou mal formados, que sem motivação ou capacidade não os estimulam a aprender.
Some-se a esses fatores outro grave problema, que não afeta apenas as escolas públicas: o descaso com a disciplina em sala de aula. Nela se vem praticando uma tolerância pouco adequada a um ambiente de aprendizado. Conversas, piadas, brincadeiras agressivas tornam impossível que se preste atenção ao professor. E quando este reage é afrontosamente desrespeitado e mesmo ridicularizado, muitas vezes com a conivência de diretores e donos de escolas.
Quaisquer que sejam as soluções propostas, é preciso primeiro conscientizar os alunos de que a educação os constrói como homens e os habilita ao exercício profissional. Para isso a sociedade deve mostrar que reconhece os que vencem por esse caminho e pune os que se dão bem atropelando a lei. Se perceberem que o discurso da escola ecoa na sociedade, e em alguma medida determina seus valores, os alunos verão sentido em estudar. O que não pode, como se vê hoje, é os valores apregoados na sala de aula serem o tempo todo desmentidos no “mundo real”.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Diálogos (5)

Do amigo bem-casado para outro, que vive mal com a mulher:

- Nós nos entendemos sem palavras.
- Nós também. Basta um dos dois falar, para começar o desentendimento.
****
- Meu filho está engatinhando na política.
- Pois o meu já “mete as unhas” há muito tempo.
****
A mulher repreende o marido:
- Você precisa dizer “não” aos nossos filhos.
- E eu não digo?
- Diz... mas sempre coloca um “pois” antes.
****
- Mestre, há três horas o senhor disse que ia testar a minha paciência. Quando vai começar a fazer isso?
- Já estou fazendo... há três horas.
****
- Meu filho, já lhe disse que é pecado andar com mulheres.
- Eu não ando com elas, padre. Só durmo.
****
- Eu sei que você é pobre, mas entregue tudo a Deus.
- Tudo o quê?
****
- Quando é que você vai começar a construir sua casa?
- Quando me der na telha.
****
- Se você “escreve como respira”, por que seu texto está todo truncado?
- É que sou asmático.
****
- Minha mulher me proibiu de chegar bêbado em casa.
- A minha também, por isso eu agora começo a beber antes de sair.
****
O homem diz ao amigo, triunfante:
- Finalmente consegui estabelecer regras para a educação dos meus filhos.
- E agora, o que é que falta?
- Esperar que eles aprovem.

domingo, 18 de setembro de 2011

Conversa sem fim

Há tempos Tancredo queria acabar o namoro com Danusa, mas não conseguia. Além de persistente, ela era imbatível no uso das palavras. Apesar disso ele resolveu fazer mais uma tentativa:
- Está tudo acabado entre nós.
- Tudo o quê? O que houve foi tão pouco... Se você se precipitar, pode se arrepender.
- Não vou me arrepender. Sei disso.
- Sabe disso agora, mas arrependimento não ocorre antes. Vem depois. E quem sabe o que nos reserva o futuro? -- Disse isso com um ar sombrio e reflexivo, que assustou Tancredo. Mas desta vez ele parecia decidido:
- Não dá mais. Nosso namoro perdeu a graça.
- Bom sinal. Isso quer dizer que ficou sério.
- Não falo de “graça” riso. Falo de “graça”... empolgação. Não existe mais o prazer da novidade. Ficou tudo muito previsível.
- Exagero seu -- protestou a moça. -- Aposto que você não sabe a surpresa que eu ia lhe fazer hoje.
- Surpresa?! Qual?
- Ia lhe convidar pra gente ir ao shopping assistir um filme e depois comer pizza.
- Mas a gente faz isso o tempo todo!
- Por isso eu disse que “ia” lhe fazer a surpresa. Como sei que você não suporta esse programa, desisti de propor a ideia. Viu como lhe conheço bem?
Tancredo suspirou, já se dando por vencido. Cada vez mais se convencia de que, se quisesse acabar tudo, tinha que ir embora sem dar explicações
- Está bem... Vamos esperar mais um pouco.
- Que foi que eu disse? Você ia se arrepender... -- Ficou um tempo pensativa: -- Só lhe peço uma coisa. Se um dia resolver mesmo me deixar, avise antes. Acho horrível esses casais que vão embora em silêncio, como se nunca tivesse havido nada entre eles. Você promete... sempre conversar?
- Prometo.
- Eu juro, juro sempre respeitar seus motivos.

sábado, 3 de setembro de 2011

Seleção de frases

A prostituição mais triste é a que não se faz por dinheiro.

****
Na Feira das Vaidades, as vitrines contam mais do que a qualidade dos produtos.
****
Vale a pena ganhar um terço a menos e fazer o que se gosta. Lucra-se de vida um terço a mais.
****
A saudade é uma melodia que nos recusamos a tocar de olvido.
****
Amigos são parentes pelo coração.
****
Nunca fez exercícios na vida. Hoje corre devido a um enorme sentimento de cooper.
****
 A desconfiança é a antessala da descrença.
****
O oposto do realismo não é o sonho. É a ingenuidade.
****
Todo gay sonha com seus 15 minutos de fêmea.
****
Depois que fez plástica, vive de nariz empinado.
****
A vitória de Cristo sobre seus algozes mostrou que nada como um dia depois do Horto.
****
Uma das vantagens de estar só é que a gente não precisa de ninguém para isso.