Follow by Email

domingo, 5 de agosto de 2018

Zanzoando (14)

      A utopia da igualdade gerou algumas tiranias modernas, como o socialismo stalinista. É raro um ditador que não invoque, para conquistar o poder, o princípio de que todos são iguais. Esse tipo de pensamento justifica a aplicação de uma diretriz única, confundida com a existência de um único partido. Como pode o Estado, identificado com um partido único, comprometer-se com a diversidade do corpo social? Se for de esquerda, vai demonizar os que têm; se for de direita, vai ignorar os que não têm.
                                               ****
O turismo vem tornando o mundo pequeno e previsível. É fácil viajar para muitos lugares desde que se tenha dinheiro. Mas quem não tem não deixa de conhecer aspectos marcantes de outros países, pois sempre existem amigos que viajam e postam imagens na internet. Haverá um momento em que a Terra não nos seduzirá mais, e quem quiser exotismo deverá procurá-lo em outro lugar. Pelo que eu soube, existem milionários (uma gente reconhecidamente entediada) que já cogitam de excursões a outros planetas.
                                              ****
Ansiedade e depressão são como a sístole e a diástole do coração capitalista, cujas batidas repercutem em nós. Ou ele nos apressa até o paroxismo, ou nos retarda até a inação.
                                    ****
          Deus é para mim tão evidente, que não preciso acreditar nele. O que se evidencia não precisa de crença. Ao nos dar inteligência, Deus agiu como um pai que dá ao filho meios para sobreviver e diz: - Agora é com você. Se vire. As consequências do que você fizer serão suas. E trate de não me decepcionar!
                                             ****

        Os empresários investem no que dá dinheiro; o que dá dinheiro é o que as pessoas consomem; o que as pessoas consomem é o que as gratifica sem muito esforço (consumo e prazer são irmãos). Isso explica o largo investimento em produtos que promovem uma satisfação imediata. Explica também por que o mercado é pródigo em futilidades.