domingo, 14 de abril de 2019

O outro


O demônio que me habita
é o melhor de mim.

Ele me faz desagradável
aos outros,
e tenho que me tornar brando
para disfarçá-lo
(quanta delicadeza
na máscara angelical!).

O demônio sabe o que eu
não sei,
magoa-me com o seu negro 
ceticismo.

Mas há momentos em que rimos juntos
(por isso digo que ele é o melhor de mim).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Roubando a cena no Enem